Algumas coisas que me assustam…

Jun 14, 2011 by

Estava navegando pelo site do uol quando me deparo com essa notícia:

Mãe tenta asfixiar filha em São Paulo por considerá-la um robô

“Policiais militares prenderam na noite de ontem uma mulher que tentou asfixiar a própria filha dizendo que ela era um “robô”. A tentativa de homicídio aconteceu no bairro de Itaim Paulista, na zona leste de São Paulo. A mulher, que aparentava distúrbio psíquico, foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio qualificado.

Segundo a avó da criança, ela teria deixado a neta sentada no colchão, perto do sofá, onde a filha também estava sentada. Após uma ausência de cinco minutos, a avó retornou e encontrou a menina desacordada. A filha também já não estava mais no local.

Policiais em uma viatura foram abordados pela avó de 64 anos, que segurava a criança desfalecida no colo e pedia socorro. Os policiais levaram a avó e a neta, de um ano de idade, ao Hospital Santa Marcelina, onde os médicos reanimaram a vítima, que continua em observação.

Os policiais voltaram ao local do crime e encontraram a mãe da criança, de 27 anos, caminhando, aparentemente sem rumo. A suspeita falou que tinha obstruído a respiração da menina porque ela era “um robô e precisava ser morta”.”

A notícia me entristece e os comentários da população me assustam. De um modo geral, tenho a impressão que as pessoas tem pouco ou nenhum conhecimento acerca de saúde mental. Confundem com ócio, falta de religião, maldade… e esperam punição ao invés de tratamento. Sofrer com algum distúrbio mental já é triste o suficiente, e acho que ninguém deveria ter que enfrentar a ignorância de uma população condenando pessoas que também são vítimas de sua própria condição.

Ninguém tem que se tornar um especialista, mas já passou da hora do Brasil sair dessa cômoda condição de sobrevivência e diversão e gastar um tempo também com educação, informação, reflexão e humanidade.

E quem é o Brasil? Cada um de nós.

Vou colar alguns comentários que vi:

“Não assisto televisão,nem tão pouco sou fã de novelas,principalmente as produções da Globo,mas em um dos poucos momentos que ligo a tv.para lhe dá uma esquentadinha assisti um capítulo de uma novela da Globo,como não poderia deixar de ser,onde o marido(um cientista louco-diga-se de passagem) sente falta de sua esposa e fabrica um robô parecido com ela. A esposa retorna ao lar e encontra sua cópia robótica tomando o seu lugar,e aí lá vem confusão…Será que está mãe perturbada não assistiu também este capítulo que se não mim engano houve até pancadaria entre o robô-esposa e a legitima??? Nancy.”

“enquando os “sabios” dizem q o diabo naum existe. ele faz a festa no mundão…vc pode ser o proximo ! Já eu, não. Graças a Deus !”

“É… Hoje em dia tem de tudo… vai ver pode ser um robô, mesmo, que uns alienígenas puseram aqui na Terra para nos espionar… era só o que faltava! O que tem de doido solto por aí!!!! Pior de tudo é que eles se confundem na população, parecendo gente boa, normais, bonzinhos… São os verdadeiros alienígenas dentre nós e tentando destruir a raça humana!”

“Acho que vão dar tratamento psicológico pra mãe (tadinha, ela não está bem, está psicologicamente abalada), depois vão dizer pra ela que isso que ela fez “foi uma coisa muito feia, não é pra fazer de novo”, igual falam pras crianças, e depois vão liberar. brasil, o país que é bonzinho com todos os que resolvem fazer alguma coisa de errado (talvez seja porque o brasil já é um país errado por natureza).”

“Engraçado que para arrumar filho ela não tem problema nenhum na cabeça, depois que tenta matar um bebê dem defesa, dai já começam a dizer que era tem problema… que coisa não?”

Posts relacionados

Tags

Compartilhe

Comentários

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail