Você tem medo de quê?

Mar 19, 2012 by

O medo, a ansiedade, a insegurança e o pavor são sensações tão desagradáveis quanto universais.

São parecidos, talvez se diferenciem pela intensidade da ansiedade experimentada. Então nesse post, quando eu falar de um, saibam que também estou falando do outro.

O medo, quando irracional, pode ser antagonista à vida. E quando não, preserva a mesma. Então, para que essa função aja de acordo, eu preciso ser capaz de interpretar bem as situações de ameça real (e evitá-las) e as que são apenas eu me preservando da sensação de vulnerabilidade (e então posso tentar suportar a sensação para fazer as mudanças necessárias em minha vida).

Dean Potter - Danger Man Agora no mês de maio de 2015 Dean Potter, um dos grandes nomes dos esportes radicais, morreu ao saltar de um penhasco de 2300 m de altura utilizando um wingsuit – uma espécie de macacão com asas. Espero que não seja um comentário de mau gosto, mas se ele tivesse um pouco mais de medo provavelmente estaria vivo.

 Disso, acho que podemos tirar algumas coisas:

 - O medo é importante, e tem sua função. Certamente ele nos protege de certas ousadias que seriam fatais ou extremamente danosas.

 - Às vezes, nosso medo é irracional. Quando isso acontece, ele nos impede de viver. Pode vir em uma forma de paralisia, tendência ao retrocesso, resistência ao desconhecido, e assim por diante. É aquilo que nos retém quando a vida nos pede alguma atitude. Nos escondemos em casa, não atendemos o telefone, continuamos num mesmo emprego que não mais suportamos, no mesmo tédio, com os mesmos desejos não realizados, e com a mesma cara de impotência.

O medo é aquilo que não nos deixa crescer. O que nos condena à mediocridade.

A medida que entendemos que o medo é universal, nosso desafio é suportá-lo e ousar agir. Pois se fugirmos, o faremos pela vida inteira. Somente a audácia pode libertar-nos do medo. A maioria das pessoas que conheci e que considero corajosas sentiam medo, mas não se paralisavam diante dele. Seguiam em frente.

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail