Avatar – comentários sobre o filme

Dec 29, 2009 by

avatar

Olá pessoal. Primeiro gostaria de dizer que esse post não dirá nada que pode prejudicar as surpresas de quem ainda não assistiu ao filme. Podem ler tranquilamente. Segundo que não sou critica de cinema, apenas uma psicóloga que sentiu seus olhinhos brilharem ao se deparar com tantos temas arquetípicos em um único filme.

Hollywood sabe como usar esses temas arquetípicos. Quantas histórias de heróis já não vimos através dos filmes? De amantes que atravessam céu, terra e mar para ficar junto do ser amado? De filmes infantis que exploram o tema da orfandade?

Por mais que esses temas sejam repetitivos, quando bem contados se transformam em grandes sucessos de bilheteria. E é justamente porque dentro de nós essa história já foi, será ou está sendo contada.

Essa semana fui ao cinema assistir Avatar, instigada pelos comentários positivos que tenho ouvido por aí… todos que conheço e assitiram gostaram bastante. Então fui ver sobre o que esse filme tratava para estar fascinando tanto assim seus espectadores…

Bem, posso dizer que esse filme tem muitos dos grandes temas arquetícos que possuímos em nosso psiquismo. A luta do bem contra o mal, a jornada do herói, a grande mãe e o grande pai, o material x o espiritual, a grande deusa, a xamã, o amor romântico, o escolhido para salvar o povo, o auto-sacrifício, a terra prometida, morte, rendição, destruição e reestabelecimento da vida após um período de caos.

Eles conseguiram juntar tudo isso em uma história que me parece o retrato de nosso psiquismo. Encontramos os terráqueos representando nosso ego dominador, que tende a desdenhar aquilo que não conhece e não compreende. Nosso ego vê nosso inconsciente como uma bobagem, nosso corpo como algo a ser dominado. O ego parece um trator, um tanque de guerra… e a medida que adquire essa postura dominadora em relação ao mundo interno esse vai reagir da mesma forma em relação ao ego… com ataques. E ai vem todos aqueles sintomas que nos forçam a olhar novamente para esse mundo interior. Esses sintomas podem ser dores, depressão, alucinações, etc.!

O divino no filme retrata lindamente nosso self… em uma das cenas o guerreiro pede à deusa por proteção na batalha e então sua amante diz que a deusa não escolhe lado, apenas cuida do equilíbrio da vida…

Mais que isso não posso dizer… apenas para que assitam o filme. Pode ser que alguns entenderão o lado simbólico da história, pode ser que outros não. E isso não importa realmente. De qualquer forma vai mexer com seu mundo interior.

Último aviso é que estou indo viajar, então o blog ficará sem novos posts nos próximos dias.

E que 2010 seja um bom ano, um de crescimento e luz para todos nós.

Um grande abraço a todos, obrigada pelas visistas e comentários!

Ana

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

  1. Uma das coisas que eu mais achei bacana no povo na´vi foi que eles tem uma sociedade com elementos patriarcais e matriarcais. Nas sociedades patriarcais existe muito a valorização do guerreiro, pois é ele quem caça e protege o povo. Nas sociedades matriarcais existe um respeito à terra que provê e também o entendimento de que a vida é alimentada pela morte, mas que não se deve matar mais do que se consome. Lembro-me da hora que a personagem navi principal mata alguns animais ferozes para proteger o humano e quando ele a agradece ela fica brava, e diz que não há nada para agradecer ali, que aquilo foi uma grande tristeza.
    Gostaria que esses elementos femininos fizessem parte de nossa sociedade também…

  2. Drª Ana! É simplesmente maravilhosa a sua percepção das coisas, vendo pelo lado psiquico,Cada dia me encanto mais com a sua capacidade e quero dsejar-lhe um ano novo cheio de realizações. Agradeço a Deus por ter encontrado uma pessoa tão especial no meu mundo virtual. FELIZ 2010.

  3. Descreveu de forma tão instigante que pretendo ver o quanto antes!!

  4. walter

    Peço a todos que gostam de filmes que comparem o filme AVATAR com o filme “Brincando nos Campos do Senhor” de Hector Babenco de 1991. Grato

  5. maria teresa pra

    OI, Gostaria de ler algo sobre a inveja
    Obrigada

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail