O amor pode nos salvar do egocentrismo

Feb 11, 2010 by

Tenho visto algumas situações intrigantes: algumas pessoas que parecem ter tudo o que alguém desejaria, exceto alguém para amar. Relacionamentos que não duram, ou até mesmo a dificuldade de gostar de alguém.

São tantos homens e mulheres que dizem querer um relacionamento sério… e as justificativas para não tê-lo são diversas: não existe nínguem bonito, ou que os homens não querem nada sério, ou que as mulheres já estão comprometidas… etc.. Mas quase ninguem diz: eu tenho dificuldade em me entregar, tenho dificuldade de manter relacionamentos, tenho medo de me apaixonar, não consigo abrir mão de minhas coisas ou do meu jeito de ser…

Penso que é muito díficil não existir ninguém no mundo por quem poderíamos nos apaixonar. Isso é uma questão muito mais pessoal do que baseada na realidade concreta. Talvez esse ego seja tão inflado que a pessoa não consiga achar ninguém bom o bastante para merecer seu amor… fica narcisicamente lá no altar, intocada.

O amor vem quando descemos as escadas e nos damos a chance de saboreá-lo!

É possível ser feliz sem a tal cara metade? É, eu acho que dá sim. Mas conviver com o outro nos dá muitas oportunidades de crescimento psicológico, já que o amor é uma força que nos faz enxergar além de nosso próprio umbigo. E mais do que isso: amar é aceitar o outro tal como ele é, com suas qualidades e defeitos. É valorizar a vida e a felicidade de outro ser humano tanto quanto valoriza a sua.

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail