O Narcisismo como a perda do ser.

Sep 13, 2009 by

Espelho espelho meu, existe alguém mais lindo, charmoso, poderoso, inteligente, rico e sexy do que eu?

O narcisismo representa um dos maiores problemas enfrentados pelo homem moderno, que acredita que a felicidade está na conquista da admiração do outro, seja através do poder, do alto desempenho, da produtividade, da competitividade, da beleza e assim por diante. Nossa cultura promove a personalidade narcisista à medida que entende que o importante é vencer. Para vencer muitos deixam em segundo plano valores humanos e submetem sua existência a esforços para serem admirados

Essa é a dinâmica narcisista – buscar no outro o reconhecimento que ele mesmo não consegue ter sobre si e busca através de sua imagem, deixando de lado características que são essenciais  e que além de torná-lo único proporciona sentimentos de pertinência, auto-estima, aceitação de si e dos outros, etc.

Mas de onde vêm nossa necessidade de rejeitar partes de nossa essência, criar um personagem, tudo isso em busca do amor?

Essa forma de buscar o  amor tem suas origens na infância – aonde crianças são tolhidas em sua expressão espontânea, e delas é exigido uma forma de comportamento não natural. Muitos se orgulham ao dizer que seus filhos são quietos, não dão trabalho, ou que precocemente sabem limpar-se e comportar-se como adultos. Vão a escola, fazem aulas de línguas, informática, música, esportes, desenho, enfim… em uma rotina que seria massacrante até mesmo para um adulto. A criança, pelo medo da rejeição dos pais se submete a papéis socialmente aprovados.

Muitos podem se encontrar rodeados de conquistas, beleza, admiradores, poder e status e ainda assim sentir um enorme vazio dentro de si. Normalmente atribuem esse vazio à falta de mais conquistas, beleza, poder, etc… e esforçam-se cada vez mais para atingir uma condição que a distância parecia que suprimiria toda essa falta interna, mas que quando conquistada é insuficiente e a insatisfação nunca pára.

Cabe a nós nos perguntarmos não apenas o quanto MAIS disso (ou daquilo) precisamos…. mas também o quanto MAIS de NÓS MESMOS precisamos conhecer, aceitar e permitir viver.

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

  1. o mais cuel do que ser narcisista, é comviver com um narcisista! ele não tem sentimentos que um ser humano tem, é uma pessoa fria, cruel, sem amor , pervesso e acima de tudo desumano. mas na verdade o que faz uma pessoa mostrar uma personalidade tão fria e cruel ? é o próprio vazio que vida representa para eles, sempre tão insaciáveis, merecedores , onipotentes e blá blá blá.

  2. Oi Diana,

    O narcisista não é assim tãoooo terrível. Em algum grau, todos nós somos, e isso é uma característica de bem ou mal nos impulsiona ao desconhecido, nos dá coragem de enfrentar situações e nos faz cuidar de nós mesmos. O narcisismo sem medida deve ser revisto, mas me parece que vc está mais falando de um sociopata do que de um narcisista.

  3. Concordo que é ruim viver com um pessoa narcisista. Porém, acredito que a sociedade em sua volta compromete este comportamente também. Uma pessoa egocentrica, só terá enfasê se tiver aqueles que ficam o bajulando ou lhes dando tanta atenção assim, para que sintam o centro…Numa eperiencia minha com uma pessoa assim, quando aperecem os aspectos, e estes me encomodam, eu deixo a pessoa falando sozinha, ou trato também com certa frieza e indiferença. Mesmo por que para que um narcisista sinto que o mundo não está todo à sua volta ele precisar VER MESMO

  4. que o mundo não gira em torno de si. Não devemos dar chance para este ego inflar tanto, mesmo por que temos mais o que fazer do que ficar exaltando alguém toda hora. Acho que o narcisista de hoje só tem a chance de ser, por que as pessoas em sua volta lhes dão esta abertura.

  5. Concordo que é ruim viver com um pessoa narcisista. Porém, acredito que a sociedade em sua volta compromete este comportamente também. Uma pessoa egocentrica, só terá ênfase se tiver aqueles que ficam o bajulando ou lhes dando tanta atenção assim, para que sintam o centro…Numa experiência minha com uma pessoa assim, quando aperecem os aspectos, e estes me incomodam, eu deixo a pessoa falando sozinha, ou trato também com certa frieza e indiferença. Mesmo por que, para que um narcisista sinta que o mundo não está todo à sua volta, ele precisar VER MESMO que que o mundo não gira em torno de si. Não devemos dar chance para este ego inflar tanto, mesmo por que temos mais o que fazer do que ficar exaltando alguém toda hora. Acho que o narcisista de hoje só tem a chance de ser, por que as pessoas em sua volta lhes dão esta abertura.

  6. Patricia

    Realmente essas pessoas são completamente seguras da sua perfeição ,e se esquecem que a beleza não é eterna,eu considero essa ideia um problema psicológico ,bem mais pior que uma aids ou um câncer!

  7. Milena!!

    Conviver com uma pessoa narcizista é cavar a própria cova, convivi por 4 anos com uma , meu ex marido, ngm merece uma pessoa desse tipo, sem noção dos sentimentos , alheios à qualquer sentimento, não sabem amar pq só amam a si próprios!!

  8. Paulo Vieira

    Não confundam narcisismo com o cara que se arrebenta de trabalhar para pagar a escola do filho e dar o dinheiro da feira todo o mês para a esposa. Esse psicologismo superficial não atenta para as pressões econômico sociais enfrentadas por chefes de família, os quais para garantirem a segurança financeira do lar precisam de mais e mais títulos, mais e mais cursos para competir num mercado de trabalho o qual sim é narcisista e cruel. Parem de falar superficialidades sobre chefes de família lutadores.

  9. Me desculpe,
    mas acho que quem confundiu um cara batalhador com um cara narcisista foi você.
    A questão não é o ato, ou o que se vê de fora. A questão é a dinâmica interna que leva alguém a agir.
    Atrás da busca pelo poder podem existir pessoas extremamente humanitárias que querem poder fazer a diferença na vida de alguém, fazer o bem, mudar a condição de uma família, uma sociedade ou país.
    Mas não foi dessas pessoas que falei nesse post.

    Espero que eu tenha conseguido esclarecer!

    Um abraço

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail