Palavras Cruzadas – da dor à verdade.

Apr 19, 2010 by

Acabei de ler agora esse livro do psicanalista argentino Gabriel Rolón! Posso dizer que é muito, muito bom mesmo. Com um linguajar bem claro, esse livro pode ser muito bem aproveitado por psicólogos e também todos aqueles que se interessam por psicologia e psicanálise.

Gabriel narra alguns casos que atendeu, e você se sente como uma mosquinha, dentro de um consultório de psicoterapia… e essa mosquinha muitas vezes também entra na cabeça do analista e é capaz de ler todos os seus pensamentos. A narração dos casos é feita através de seus diálogos com seus pacientes, e transmite – como o próprio subtitulo do livro diz – que o processo analítico passa pela dor, pelo sintoma, pelo sofrimento… mas isso nos conduz a verdade se formos fortes e corajosos o suficiente para enfrentarmos nosso problemas.

Descobrir verdades através de um grande quebra-cabeça de palavras ditas é a função do analista.

Através da leitura se pode ter uma boa idéia de como funciona o processo analítico.

Então, além da dica de leitura, abrirei aqui uma espécie de concurso cultural: o terapia em dia, junto com a editora Planeta – responsável pela publicação da obra no Brasil – presentearão um leitor do terapia em dia com um exemplar do livro.

Para participar, enviem sugestões de temas para abordarmos aqui no blog para o e-mail analuisatesta@gmail.com , e o autor do tema escolhido receberá seu exemplar em casa!

Não esqueçam de colocar no e-mail junto com o tema seu nome completo e endereço. Podem mandar sugestões até o dia 15 de maio!

Um grande beijo a todos!

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

  1. Tema a ser debatido no site de terpiaemdia: Por que a sociedade contempranea insiste em passar por cima dos princípios?

  2. Tema: Por que a sociedade insiste em passar por cima dos princípios?

  3. Sera que os principios nao mudaram?
    Hj um forte principio eh o de nao se sacrificar pelo coletivo. Antes tem o “eu”, depois o “nos”. Eh um principio bem forte nos dias de hj, na sociedade capitalista ocidental

  4. Envio esse tema para ser debatido: “Sai para poder ficar”.

  5. Precisei sair de mim para poder me encontrar”,

  6. hummmmmmmmmmmmmm tema fortissimo!!!!!!!!
    Vou precisar pensar bem em como colocar isso de forma clara, já que diz respeito a uma coisa tão sutil e poderosa ao mesmo tempo. Só posso me encontrar através da separação. Esse é o primeiro passo. Vamos debater sim, prometo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail