Assertividade – uma questão de limites nas relações.

May 17, 2010 by

O conceito da assertividade está relacionado com uma comunicação afirmativa e objetiva. É saber expressar suas  idéias com clareza e firmeza, sem precisar se anular ou forçar os outros a aceitarem sua vontade.  Mas como uma comunicação assertiva interfere em nosso cotiano?

Eu diria que de várias! Primeiramente porque o ser humano é um animal social, e como tal deve saber se comunicar com os outros com qualidade para que essa convivência seja a mais harmoniosa possível. Ser afirmativo (ou assertivo) é saber se colocar, defender seu próprio espaço, sem ferir ou desrespeitar o (espaço do) outro. É saber existir em valor de igualdade com os outros seres humanos. Isso na família, no trabalho, com os amigos, etc..

Se pressupormos que todos os seres humanos são iguais e que devem ser respeitados, entendemos também que devemos respeitar nosso próprio ser, nossas vontades e nossa integridade. Ser assertivo é o meio termo entre a passividade e a agressividade.

Quantas e quantas vezes já ouvi pessoas se queixando que não sabem dizer “não”. Muitas vezes um “não” para o outro é um “sim” que você se dá. Essas duas palavras delimitam o seu espaço vital na sociedade.

Ficar passivo nas relações tem muitas raízes: estima baixa, complexo de inferioridade, medo do abandono, medo de desaprovação, masoquismo, etc.. Seja como for, essa receita de agradar os outros em tempo integral não satisfaz nossa necessidade de nos sentirmos amados, porque imaginamos que apenas amam nossa utilidade.

Por outro lado, a agressividade nas relações está envolvida com o narcisismo, a falta de empatia pelo outro, a vaidade, dificuldade de tolerar a frustração, e por aí vai. O comportamento agressivo tem consequências ruins para aqueles que convivem conosco, e aos poucos acabamos nos isolando quando somos muito temperamentais.

Existe uma diferença grande entre criticar uma idéia e criticar o autor da idéia. Ser assertivo é uma questão de treino. Uma questão que começa com a consciência de seu valor (nem mais nem menos) e do valor do outro.

Você é assertivo?

Um grande abraço a todos!!!!!

Comentários

  1. Gostei muito do artigo e do site. Voltarei para visitá-lo outras vezes.
    Abraço

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail