A energia psíquica

Sep 1, 2010 by

A energia psíquica como o próprio nome diz é aquilo que existe de dinâmico em nosso psiquismo. Ela nos move em várias direções e nos faz atuar no mundo externo. Toda ação minha é provocada por essa energia.

Cada um de nós a possue dentro de si, e ela pode ser manifestada de diversas formas: trabalho, estudo, crescimento, espiritualidade, amor, produtividade, e assim por diante. O problema é que dentro das possíveis manifestações também temos aquelas de aspectos negativos como os mais variados tipos de vícios, compulsões, comportamentos destrutivos e perversões sexuais. Além das diferenças morais entre  o primeiro grupo de manifestações e o segundo também temos outra grande diferença: no primeiro utilizamos nossa energia a favor de nosso ego e no segundo é a nossa energia que utiliza nosso ego para sua própria satisfação. É quase como se no primeiro caso a energia psíquica estivesse a nosso dispor na consciência e no segundo ela ainda fosse muito primitiva, indiferenciada e inconsciente.

Sendo uma energia, podemos transformá-la a medida em que nosso ego se fortalece para deixar de ser uma marionete dessa energia. O primeiro passo é reconhecer que existem vários aspectos de nosso ser em que não temos controle algum. Queremos deixar vícios de lado mas às vezes somos completamente impotentes em relação a eles. Conheça seus vícios, dialogue com eles, entenda quais arquétipos estão atuando através de determinados comportamentos e tudo isso vai fortalecer seu ego e transformar conteúdos primitivos em energia disponível na sua consciência.

Esse é o trabalho por excelência durante uma terapia. Não é apenas uma questão de auto-conhecimento, é muito mais uma questão de transformação do ser através desse conhecimento. Energia psíquica é a própria vida e é nossa responsabilidade direcioná-la para o “bem”.

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>