Paranóia

Nov 23, 2010 by

Paranóia é um termo que usamos frequentemente em nosso cotidiano. Significa uma desconfiança não baseada na realidade. Um indivíduo paranóico pode funcionar normalmente nos demais aspectos de sua personalidade, mas, em determinados pontos, perde-se na separação entre fantasia e realidade.

Na paranóia existe uma forte lógica interna que valida as desconfianças do indivíduo, independente do que esteja acontecendo na realidade. Sua interpretação dos fatos confirma seu pensamento paranóide.

As características mais comuns da paranóia são:

1. Desconfiança permanente – a pessoa sempre espera que algo esteja sendo tramado contra ela, e se apega a pequenos detalhes para confirmar essa desconfiança.

2. Hipersensibilidade – não aceitam críticas, se ofendem com facilidade, perdem a cabeça… enfim, são muito reativas, justamente por essa falsa necessidade de se defenderem contra todos.

3. Dificuldade em manter vínculos afetivos – por não confiar procuram não se envolver. Seus relacionamentos podem ser de curta duração, já que facilmente sentem que estão sendo enganadas ou passadas para trás. Nesse caso o culpado é sempre o outro.

A paranóia pode ser discreta e não afetar drasticamente a adaptação social da pessoa. Coisas pequenas como achar que determinados grupos falam de você, riem de você, que seus funcionários tramam algo contra você, que sua esposa flerta com outros homens, etc., mas também pode ser altamente limitante, como no distúrbio delirante paranóide ou na esquizofrenia paranóide, com grande prejuízo na adaptação social e na percepção da realidade desses indivíduos.

O tratamento deve ser medicamentoso – com o uso de anti-psicóticos e psicoterapêutico. A dificuldade maior é que esses pacientes procurem ajuda, já que não acreditam que estejam errados.

Posts relacionados

Tags

Compartilhe

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail