Quando conteúdos inconscientes passam para a consciência

Dec 26, 2010 by

Dentro das abordagens psicológicas que consideram a existência do inconsciente existe uma espécie de “meta” psicoterapêutica, que é a conscientização dos conteúdos do inconsciente.
Mas por que certos conteúdos emergem e outros não? Isso depende basicamente da ocorrência de duas dinâmicas: a capacidade do ego ( centro da consciência) dialogar com o inconsciente e a ativação energética de um ou outro conteúdo.
A capacidade egóica de diálogo interior está relacionada ao seu grau de desenvolvimento. Quanto mais forte mais recursos terá e poderá fazer uma seleção menos rígida.
Já a ativação de um conteúdo é necessária pois para que ele vença as barreiras que separam a consciência do inconsciente esse conteúdo precisa estar carregado de uma quantia energética.
A terapia auxilia tanto no fortalecimento do ego quanto na interpretação e na exploração dos conteúdos.

“Aquilo que não fazemos aflorar à consciência aparece em nossas vidas como destino.” Carl G. Jung

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

  1. Ola magno!

    A “força” do ego esta relacionada ao grau de desenvolvimento da consciência do individuo. O ego nada mais é do que o centro organizador da consciência. Um ego forte é ciente de si mesmo, tem forte conexão com o self (centro organizador de toda psique), nao sofre de inflações, nao se identifica demasiadamente com a persona (papel social), distingue fantasia de realidade, é resiliente, e por aí vai…
    Acho que a principal diferença notável entre pessoas que possuem um ego bem estrutirado é um certo “centramento”. O mundo pode acabar, mas elas nao se perdem. Continuam estruturadas justamente por possuirem recursos psicológicos.

    Entendido? :)

    Um abraço!

  2. magno

    Muito obrigado Ana e feliz ano novo!

  3. Elias Conceição de S

    Ana,

    Deus te abençoe! Que você continue a ser um agente de bençãos na vida de outras pesssoas.

    Tenho um enorme prazer em aprender através dos seus comentários e estudos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail