Nem tudo deve ser rotulado como doença…

Feb 2, 2011 by

Acabei de ver esse vídeo mandado por um amigo meu (obrigada João!) e não pude deixar de compartilhá-lo aqui no blog.

Acho um assunto muito sério. Da mesma forma que algumas pessoas se negam a ver a realidade (dura) de alguns transtornos psiquiátricos, outras enxergam transtornos por todos os lados.

No consultório não é raro chegar alguém com um diagnóstico pronto, e nesse ponto a internet é terrível. A culpa é claro não é da informação – afinal ela ajuda a criar consciência. Mas devemos tomar cuidado com as informações que procuramos para não sairmos por aí apontando dedos.

Assistam o vídeo, ele diz melhor do que eu sobre o assunto. A imagem é uma ferramenta e tanto!

Posts relacionados

Compartilhe

Comentários

  1. Gostei muito daqui! Acompanharei do meu blog as atualizações… Até postei este vídeo lá agora! :)

    Mais sucesso pra ti!

    abraço

  2. Rosi

    Não compactuo com essa idéia. A desconfiança que alguém possa ter deve ser levada em consideração, demais que livros e internet popularizam informação. E, sinto muito em dizê-lo, há profissionais e profissionais…. E há muitos que deixam a desejar. Comentário de quem já passou por muitos “teóricos” e teve diagnósticos equivocados e dinheiro gasto…. Acho que realmente os profissionais de hoje devam se preparar para atender as pessoas que tem esse acesso! Ao que me parece altamente produtivo, com informações que muitos profissiionais se “esquecem” de passar a seus “pacientes”

  3. Marcos Uchôa

    Muito bom. Parabéns a quem fez esse vídeo. Também deve ter sido rotulado quando criança, mas eu não acho que ela escolheu o seu próprio. Sua genética e seu meio que decidiram por ele. Só houve um momento de identificação quando adulto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Receba as novidades do Terapia em dia por e-mail